EM AÇÃO REALIZADA NO GABINETE DA PRESIDÊNCIA, DIRETORIA DO SINDJUSTIÇA COBRA NEGOCIAÇÃO COM O TJCE

Notícias

Gabinete da Presidência foi ocupado para cobrar um posicionamento do Presidente do TJCE sobre a reposição salarial e o auxílio-saúde

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Ceará (SindJustiça Ceará) realizou, na tarde desta quinta-feira (13/02), uma mobilização  pacífica, no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) para cobrar do Presidente da casa, o Desembargador Washington Luís Bezerra de Araújo, um posicionamento acerca da reposição salarial e o auxílio-saúde dos servidores. Na oportunidade, os coordenadores sindicais, acompanhados dos suplentes e dos delegados regionais, além de alguns servidores da base, esperavam uma resposta oficial do TJCE quanto a retomada da mesa de negociação.

O SindJustiça Ceará já havia protocolado, no dia 05 de fevereiro, um ofício com um pedido de diálogo com a Presidência, mas não obteve nenhum retorno. Cópias do documento também foram distribuídos em outros gabinetes e diretores do sindicato ainda conversaram com alguns desembargadores do TJCE para tentar abrir um diálogo com o Presidente, mas o pedido do sindicato foi ignorado pelo Desembargador.

Vale salientar que este não é o primeiro pedido de audiência com a Presidência do TJCE. Antes deste episódio, o sindicato já havia protocolado uma Carta Aberta, assinada por mais de 600 servidores, onde a categoria apontava para a necessidade de implantação imediata de alguns de seus pleitos, dentre eles a reposição salarial referente as perdas dos anos anteriores, auxílio saúde, reforma do PCCR, dentre outros.

Para o Coordenador-Geral do SindJustiça Ceará, Roberto Eudes, “não é aceitável que a categoria acumule perdas superiores a 25%. Essa política de arrocho diminui o poder de compra dos servidores, que ano após ano veem seus salários sendo corroídos pela inflação”.

Vitória parcial

A espera por uma resposta oficial foi tamanha, que os servidores tiveram que articular um lanche no local e como resultado da ação direta da diretoria do sindicato, a administração do TJCE agendou uma reunião para a próxima terça-feira (18/02), às 10h30min. Vendo-se pressionado pela ocupação realizada, o Tribunal propôs, inicialmente, uma reunião entre o SindJustiça e a Secretaria de Gestão de Pessoas.

Todavia, apesar de destacar que isso já representava certo avanço, tendo em vista que estava dificultoso até mesmo o diálogo com tal secretaria, os sindicalistas reforçaram a necessidade de cumprimento da Portaria nº 645/2017, que regulamentou a Comissão de Diálogo Permanente e a periodicidade das reuniões, a saber, um encontro mensal.

Sobre isto, Roberto Eudes salientou que “a Comissão deve ter efetividade, algo que infelizmente não vem acontecendo. As reuniões não são realizadas e não há nenhum apontamento concreto, nenhum posicionamento oficial do TJCE, quanto ao atendimento das demandas dos servidores”.

Ao final, após muita insistência do SindJustiça Ceará, ficou acertado que a secretária Wládia Santos buscaria contato com os demais membros da Comissão de Diálogo Permanente, quais sejam, o Juiz Auxiliar da Presidência, a Consultoria Jurídica e a Secretaria de Finanças, para o agendamento oficial de uma negociação. Confira o vídeo com o resumo da ação:

Esperamos que desta vez os representantes do Tribunal sejam mais assertivos quanto aos pleitos da categoria.

Assembleia Geral

Informamos que a Diretoria Colegiada do SindJustiça Ceará estará, dentro em breve, lançando edital de convocação da Assembleia Geral Extraordinária, que terá como principal pauta o andamento das negociações com o TJCE e a aprovação de uma agenda de mobilizações.

Esperamos contar com a presença massiva da categoria. Não teremos avanços sem participação, não teremos conquistas sem lutas!

É hora de agir!


0 Comentários

Deixe o seu comentário!