UNIMED FORTALEZA LANÇA PROMOÇÃO DE ISENÇÃO DE CARÊNCIA

Notícias

Em parceria com o SindJustiça Ceará, a Unimed Fortaleza lança mais uma campanha promocional para adesão de novos beneficiários. Desta vez, a operadora de saúde oferece isenção total de carência aos servidores filiados ao sindicato que resolverem aderir ao plano de saúde até o dia 04 de agosto.

Para tanto, até o dia 04 de agosto buscará se formar um grupo de 30 (trinta) vidas para que a promoção tenha validade; vale dizer, se faz necessária uma quantidade mínima de adesão, fixada em 30 (trinta) pessoas – já computados os dependentes.

Os valores para titulares e dependentes podem ser conferidos CLICANDO AQUI.

E o folheto de divulgação da campanha promocional pode ser conferido CLICANDO AQUI.

Os servidores interessados podem se dirigir a subsede do sindicato, situada no subsolo do Palácio da Justiça, nos dias 11, 18 e 25 de julho, onde tratarão, das 09:00 às 17:00 horas, sobre a adesão na campanha com a promotora da Unimed Fortaleza, Danuzia Aquino.

Além disso, o servidor pode buscar maiores informações junto ao sindicato através dos telefones: 85-3273.4217 (sede FCB); 85-3218.1077 ou 85-3271.1456 (sede Cambeba); e 85-3207.7902 (subsede TJ).

1 Comentário

  1. Helena disse:

    Olá Amigos do Sindjustiça, gosto do lutar de vocês por todos nós. Agradeço.
    Vou comunicar a vocês uma dificuldade que nós do interior estamos tendo com a Unimed. É o seguinte: nos interiores estão se istalando muitas clinicas com consultas e exames com preços populares e nenhuma com convênio com nenhum plano, alegando que os planos pagam uma quantia irisória. Então, pagamos um plano e pra termos direito aos serviços temos que nos deslocarmos pra Fortaleza o que muitas vezes preferimos pagar pras clinicas populares a ter que nos deslocarmos, por causa dos gastos com a viagem. O que fazer? Se desligar do plano de saúde já que nos interiores estamos praticamente sem cobertura? O que vocês podem fazer pra ver se melhora alguma coisa? A Unimed já custa um tanto não muito pouco e quando a gente precisa não está conveniada com quase nada, pelo menos aqui em Baturité, aí pra temos direito ao serviço temos que pagarmos novamente. Difício não?

Deixe o seu comentário!