Sindjustiça promove Seminário de Formação Política e Sindical

Notícias

Sindjustiça promove Seminário de Formação Política e Sindical

 

Nos dias 28 e 29 desse mês de junho, o Sindjustiça Ceará promoveu mais um Seminário de Formação Política e Sindical, tendo como público alvo os trabalhadores do Poder Judiciário Estadual cearense.

Realizado no hotel Amuarama, em Fortaleza, o evento teve sua abertura na sexta-feira (28/06) com palestras dos professores Dr. Alexandre Costa (UECE) e Dr. André Vasconcelos (UFC e dirigente da ADUFC), que trouxeram uma ampla análise conjuntural do atual momento vivido pelos trabalhadores do Brasil e do mundo.

No sábado pela manhã (29/06), o tema debatido foi a Reforma da Previdência, seus Impactos e Desafios, com palestra proferida pela Dra. Rebecca Rocha (assistente social – UFPI), que de forma bastante didática explanou os pontos mais polêmicos da reforma e demonstrou que as alterações que estão propostas pelo governo federal não atingem os mais privilegiados do país, mas a grande maioria dos trabalhadores.

Na parte da tarde de sábado, os diretores Alexandre Santos e Bernardino Fonseca – ambos da FENAJUD, debateram com o público presente ao seminário acerca dos Desafios e lutas dos servidores do Judiciário estadual.

Após, formou-se um grupo de trabalho para a discussão das pautas locais e da continuidade da luta. Paralelamente a essa discussão, o sindicato colheu diversas queixas dos servidores, que alegaram a sobrecarga de trabalho a que vem sendo submetidos, o aumento do adoecimento no trabalho, a ampliação do quadro de estagiários, ao passo que mencionaram também situações que possam caracterizar assédio moral e desvio de função, etc.

Houve consenso geral dos servidores presentes sobre a perspectiva de empregadores do setor público e privado, nos âmbitos nacional e local, em atacar de forma incessante os direitos dos trabalhadores e a liberdade sindical.

Por fim, a diretoria do sindicato colheu diversas sugestões dos servidores presentes para o encaminhamento dos próximos passos na luta.

O seminário foi de suma importância para alertar a categoria sobre a necessidade de ampliar o campo de resistência, mantendo a independência, com vistas a evitar as repetidas retiradas de direitos e garantir a implantação de importantes pleitos, como a Reforma do PCCR, Reposição das perdas inflacionárias, implantação do auxílio saúde, revisão das metas da GAM, compensação dos plantões judiciários para os servidores, etc.

A diretoria do Sindjustiça informa que continuará realizando outros seminários e atos que unifiquem a categoria em torno de todos os seus pleitos e contra a retirada de qualquer direito, sendo que tais eventos são abertos a todos os servidores que desejem participar.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!