SINDJUSTIÇA MINISTRA AULA À ESTUDANTES DA UNIFOR

Notícias

Estudantes do curso de Direito participam de aula promovida pelo sindicato.

Na manhã desta quinta-feira (03), os diretores do SindJustiça Ceará, Roberto Eudes, Edmar Duarte e Thiago Sampaio, ministraram aula para estudantes do curso de Direito, da Universidade de Fortaleza (UNIFOR), da turma de Direito do Trabalho II, pertencentes ao sétimo semestre.

De início, a professora Williane Ibiapina realizou uma breve apresentação, destacando os objetivos desta aula, quais sejam: conhecer, a partir da troca de experiências, um pouco mais sobre a forma de organização dos trabalhadores e a relação das entidades de classe com a luta por direitos.

Em seguida, o Coordenador Geral do SindJustiça Ceará, Roberto Eudes, passou a realizar uma breve explanação acerca da organização dos trabalhadores e do movimento operário, destacando os ciclos da esquerda no Brasil, o surgimento e declínio do anarcosindicalismo, a realização das primeiras greves gerais e luta por direitos e pela redução da jornada de trabalho.

De acordo com Roberto Eudes, “recordar de onde viemos, revisitar a história do movimento operário, da formação dos primeiros sindicatos e de suas reivindicações, é sempre necessário, pois isso termina por dar um conteúdo histórico à nossa análise do presente, valorizando os lutadores das causas populares e os instrumentos da classe trabalhadora, constituídos ao longo de anos de lutas”.

Em seguida, o Coordenador Geral do SindJustiça tratou do surgimento das entidades de classe que representavam os servidores do Poder Judiciário estadual e do processo de unificação das entidades, dando origem ao Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Ceará (SindJustiça Ceará).

Ao tratar do SindJustiça, Roberto Eudes destacou as diversas lutas travadas pela entidade e abraçadas pela categoria, relembrando os avanços obtidos com a conquista do PCCR, da isonomia, da jornada de 07 horas corridas, da equiparação do auxílio alimentação e outros tantos. Apesar disso, o dirigente sindical também salientou que outros tantos direitos, apesar de constarem em lei, estão sendo negados, dentre eles a GEI e as ascensões funcionais, bem como outros estão sendo atacados, dentre eles a GAM.

Os diretores Edmar Duarte e Thiago Sampaio, por sua vez, ressaltam a necessidade da organização dos trabalhadores em torno de suas entidades de classe. Para os dirigentes sindicais, quanto mais unida e participativa for a categoria, maior será o poder de mobilização da entidade sindical e maior sua capacidade de avançar nas lutas e nas conquistas.

Após a explanação, diversos estudantes realizaram perguntas sobre o sindicato, a organização dos trabalhadores, as greves e as negociações com o Tribunal de Justiça. Em seguida, os diretores do SindJustiça foram homenageados pela professora Williane Ibiapina e por toda a turma, que agradeceu a recepção e ressaltou a importância da exposição proferida pelos dirigentes sindicais.

De acordo com Williane Ibiapina, “a participação dos alunos e o envolvimento no debate foi excepcional. Devemos agradecer aos diretores do SindJustiça por terem nos recepcionado tão bem e terem realizado uma ótima apresentação. Parabéns!”

Por fim, os diretores agradeceram a presença de todos os estudantes e o convite realizado pela professora Williane Ibiapina. Além disso, foi ressaltada a importância do debate e a troca de ideias na evolução do conhecimento com iniciativas dessa natureza, que merecem ser fortalecidas em outras oportunidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *