facebook twitter flickr youtube
Principal Notícias
19.Jan.2018 |Últimas
SERVIDORES LOTADOS NOS JUIZADOS DA CAPITAL RECEBEM VISITA DO SINDICATO
Imprimir Enviar para amigo Indicar errp
A+ a-

Diretores do sindicato realizam visitas aos juizados e dialogam com a categoria sobre os pleitos reivindicados e a luta contra a reforma da previdência


Durante toda esta semana a diretoria do SindJustiça realizou visita aos juizados da capital, com o objetivo de dialogar com a categoria e iniciar um processo de mobilização para luta em torno dos pleitos reivindicados pelos servidores e contra a reforma da previdência.

Foram visitados os seguintes juizados: 15ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal de Fortaleza (Barra do Ceará), 18ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal de Fortaleza (José Walter), 6ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal de Fortaleza (Messejana), 7ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal de Fortaleza (Montese), Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Fortaleza (Benfica) e 8ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal de Fortaleza (José Bonifácio).

Nestas visitas, os diretores Edmar Duarte, Hadjefferson Marreiro e Thiago Sampaio trataram de temas relevantes, a saber: reajuste salarial anual, pagamento das ascensões em atraso, pagamento da GEI para todos os servidores do interior, concurso de remoção, migração do plano, campanha contra o assédio moral, segurança nas unidades judiciárias, dentre outros.

Os diretores também informaram que o sindicato protocolou ofício solicitando reunião com a Comissão de Negociação Permanente, com o intuito de tratar sobre os temas acima mencionados. Até o momento a administração do TJCE não estabeleceu data para realização desta reunião.

Nas visitas, vale dizer, foi destacada ainda a importância na lutra contra a reforma da previdência proposta pelo Governo, bem como os retrocessos que tal medida representa. Sobre o assunto, cumpre ressaltar alguns pontos: i) para conseguir receber o valor integral da aposentadoria será preciso ter, pelo menos, 40 anos de contribuição; ii) estabelecimento de uma regra de transição para os servidores públicos, que prevê a criação de um "pedágio", ou seja para se aposentar os servidores precisarão pagar um pedágio de 30% sobre o tempo que falta para cumprir, observando o período de 30 anos de contribuição (mulher) ou 35 anos (homem), e; iii) os servidores também terão que trabalhar mais para se aposentar, uma vez que a idade mínima passará de 55 anos de idade para mulheres e 60 para homens, para 62 anos e 65 anos, respectivamente.

A reforma da previdência, portanto, é um ataque brutal aos direitos dos trabalhadores, tanto celetistas como dos servidores públicos. A luta contra a reforma deve ser levada a cabo por todas as entidades sindicais e instrumentos da classe trabalhadora e o SindJustiça Ceará terá um papel ativo na construção desta luta. Todavia, esta causa deve ser abraçada por todos os trabalhadores, em especial os servidores públicos.

Devemos construir grandes mobilizações para barrar essa onda de retrocessos, neste sentido o engajamento e a participação do conjunto da categoria será importante para fortalecer a luta contra a retirada de direitos.

Por fim, salientamos que a Diretoria Colegiada do SindJustiça Ceará continuará empenhada no sentido de cobrar da administração do TJCE o encaminhamento dos pleitos reivindicados, assim como prosseguirá dialogando e mobilizando a categoria para as lutas que virão.

Confira abaixo as fotos das visitas:



15ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal de Fortaleza (Barra do Ceará)


 



18ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal de Fortaleza (José Walter)


 



6ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal de Fortaleza (Messejana)


 



7ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal de Fortaleza (Montese)


 



Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Fortaleza (Benfica)


 



8ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal de Fortaleza (José Bonifácio)


 

Comentários
HELENA 23.Jan.2018 20:01:09 PM | Baturité
Olá Amigos do Sindicato, acho que vocês estão sabendo que os juizes estão se mobilizando para assinarem uma carta para ser entrgue a Ministra Carmem Lúcia. Vamos nos juntar a eles? Fazendo uma carta também?
Antonio Sena 22.Jan.2018 12:58:05 AM | FARIAS BRITO
É entusiasmante ver e saber que o sindicato esteja firme no proposito de fazer cada dia mais forte este ente, abraçando e alertando os seus participes a não perderem o foco dos desafios e impropérios que os nossos gestores nos tentam impor, continuem que nós também estamos firmes e atentos. Muito bem colegas, sintam-se sempre e cada dia mais desafiados a agregarem forças neste proposito.
Nome

Campo obrigatório.
Campo obrigatório. Digite um e-mail válido.
Digite seu comentário.
autentica Campo obrigatório. Código errado. Código errado. *campo obrigatório
*Digite o que aparece na imagem.
Produzido e atualizado conjuntamente pelo Sindjustiça Ceará e TEIA DIGITAL
© 2011-2018. SindJustiça Ceará
Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Ceará
Sede 1: Rua Francisco Segundo da Costa, 97, Edson Queiroz Caixa Postal 6683 | | 60811-650 | | Fortaleza-CE Fone: 3273-4217
Sede 2: Avenida Engenheiro Agrônomo José Guimarães Duque, 993, Cambeba | 60822-220 | Fortaleza-CE Fone: 3218-1077 / 3271-1456
Sub Sede TJCE: Ponto de apoio, localizado no sub solo do Tribunal de Justiça, Cambeba. Fone: 3207-7902