facebook twitter flickr youtube
Principal Notícias
10.Out.2017 |Últimas
SINDJUSTIÇA REALIZA MANIFESTAÇÃO NO PALÁCIO DA JUSTIÇA
Imprimir Enviar para amigo Indicar errp
A+ a-

Após manifestação, comissão de servidores é recebida pelo juiz auxiliar da presidência


Após realizar concentração no hall de entrada do Palácio da Justiça, servidores dirigiram-se para o segundo andar e uma comissão de servidores, composta pelos diretores do sindicato Roberto Eudes, Hadjefferson Marreiro e Vicente Holanda e pelas servidoras da base, Cristina Costa e Nátia Coelho, foi recebida pelo juiz auxiliar da presidência do Tribunal, Marcelo Roseno, uma vez que o desembargador Francisco Gladyson Pontes, presidente do TJCE e Luciano Lima, juiz assessor, encontram-se em Brasília.


Em reunião, a comissão entregou a pauta de reivindicações da categoria, aprovada no II Congresso do SindJustiça e cobrou providências quanto ao encaminhamento de alguns pleitos da categoria, dentre eles: jornada corrida definitiva, reforma do PCCR, ascensões funcionais e GEI, dentre outros.

De acordo com Marcelo Roseno, a atual administração do TJCe buscará efetivar todos os direitos ainda não implementados, dentre eles o pagamento das ascensões funcionais em atraso e a GEI. Sobre as ascensões, o juiz auxiliar informou que o TJCe iniciará os procedimentos para publicação do edital. Com relação a GEI, Marcelo Roseno destacou que a última reunião entre o sindicato e a SGP deu inicío as tratativas para extensão da gratificação.

No tocante a reforma do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR), o juiz auxiliar questionou a viabilidade do pleito, ressaltando que a aprovação do plano ocorreu em 2010, portanto, nas palavras de Marcelo Roseno, “há pouco tempo”. Todavia, o representante do TJCe destacou que o sindicato deve realizar um estudo técnico para apontar as alterações necessárias e convencer a administração do Tribunal sobre a urgência das modificações pleiteadas.

A comissão formada pelos servidores, também cobrou posição da administração do Tribunal quanto a definição da implantação definitiva da jornada corrida de 07 (sete) horas. Em resposta, Marcelo Roseno informou que “se a jornada corrida não fosse de interesse da presidência do Tribunal, ela já teria sido extinta”. Contudo, este assunto será tema da próxima reunião entre o sindicato e a comissão permanente de negociação, que ocorrerá no próximo dia 17.






 


Nova manifestação- 17 de outubro

No dia 17 de outubro, às 14:30h, acontecerá uma nova reunião entre a Diretoria Colegiada do SindJustiça e a comissão permanente de negociação.  O SindJustiça informa aos servidores que, caso a comissão de negociação do TJCe não tenha autonomia para deliberar sobre o assunto das 07 horas corridas, o sindicato irá dirigir-se imediatamente a presidência do Tribunal, com o objetivo de obter uma resposta definitiva, pondo fim ao impasse.


Por isso, desde já convocamos todos os servidores para realizar uma nova manifestação e concentrarem-se no hall de entrada do Palácio da Justiça. Este é um momento decisivo onde a administração do Tribunal dará resposta sobre os diversos pleitos reivindicados pela categoria, dentre eles a jornada corrida definitiva.

Participe!


 

Comentários
MARIA HELENA SOARES BARROSO 11.Out.2017 20:52:53 PM | Comarca de Baturité
Olá pessoal do Sindjustiça.

É muito bom vê a atuação do nosso Sinfjustiça.

Quero agradecer por ferem enfatizado a mudança no PCCR, que apesar de muito novo tem prejudicado muito os Auxiliares Judiciários.

Com relação as 7h gostaria de dizer o seguinte: O Tribunal quer extinguir Comarcas, não quer ? Sim, ao inveés da extinção das Comarcas não poderia reduzir o horário de funcionamento de todos os Fóruns para 7h corridas e definitivamente ? É muito tarde para propôr isso ? Se na opinião de vocês não for, por favor, levem essa proposta adiante Tribunal, deputados... melhor que extinguir Comarcas, claro, isso na minha humilde visão.

Até breve.
Um abraço a todos.

SERGIO LUIS 11.Out.2017 17:10:45 PM | 13a V. Familia
Em relação ao plano de 2010, portanto, há 07 anos atrás, deve ser o reajuste das TABELAS VENCIMENTAIS. Aqueles que, à época, ficaram nas ultimas referências, encontram-se ESTAGNADOS, desde então.
11.Out.2017 8:01:07 AM
Bom dia, parabéns ao sindicato pela atuação. Eu sempre imagino que essas 7h durarão por muito tempo ainda de forma "temporária", porém, quanto à Presidência concedê-la de forma definitiva acho pouco improvável, haverá sempre uma negociação até que não haja mais motivos para conceder - entenda-se - condições a serem cumpridas pelo servidor (o que levará um certo tempo ainda). Porém, como as 7h é uma questão mais que importante para todos nós e isso implica diretamente na nossa qualidade de vida, creio que a negociação pelas 7h é justa e válida, ainda que "temporariamente".
JOSÉ ENIO CÉSAR CAVALCANTE RICARTE 10.Out.2017 18:17:34 PM
Gostaria de parabenizar o nosso sindicato por mais este ato em prol da nossa categoria e reforço que a GEI é uma das reivindicações mais justas e necessárias para nós aqui do interior, já que está prevista em lei desde 2010, ano da aprovação do atual plano de cargos.
Nome

Campo obrigatório.
Campo obrigatório. Digite um e-mail válido.
Digite seu comentário.
autentica Campo obrigatório. Código errado. Código errado. *campo obrigatório
*Digite o que aparece na imagem.
Produzido e atualizado conjuntamente pelo Sindjustiça Ceará e TEIA DIGITAL
© 2011-2017. SindJustiça Ceará
Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Ceará
Sede 1: Rua Francisco Segundo da Costa, 97, Edson Queiroz Caixa Postal 6683 | | 60811-650 | | Fortaleza-CE Fone: 3273-4217
Sede 2: Avenida Engenheiro Agrônomo José Guimarães Duque, 993, Cambeba | 60822-220 | Fortaleza-CE Fone: 3218-1077 / 3271-1456
Sub Sede TJCE: Ponto de apoio, localizado no sub solo do Tribunal de Justiça, Cambeba. Fone: 3207-7902